Durante este ano, assinalarei aqui acontecimentos importantes do reinado de Dom Dinis, à medida que forem acontecendo os respetivos aniversários, assim como transcreverei excertos do meu romance sobre o Rei Lavrador.

30
Jan 16

Como se sabe, Dom Dinis teve várias amantes, entrou mesmo para a história como um rei dado às relações extra-conjugais, embora, na verdade, não tivesse mais barregãs do que seu pai e até menos filhos bastardos do que seu bisavô Sancho I. Porém, talvez por ser um rei poeta, ficou conhecido como mulherengo.

 

Deixo um pequeno excerto do meu romance relativo a um amor de juventude de Dom Dinis, ainda infante, com quinze anos:

 

Davam-se muitas liberdades aos dois. Maria Rodrigues era uma morena de braços roliços e peitos avantajados, que se fartava de suspirar aos ouvidos do jovem príncipe, fazendo-lhe festinhas nas madeixas macias cor de cobre. Dinis, que experimentava pela primeira vez os prazeres que carícias femininas despoletavam, aturava-lhe as coscuvilhices. A moça adorava pô-lo a par dos mexericos transmontanos: quem andava atrás de quem, quem intrigava contra quem e, acima de tudo, quem a invejava. Estalava de presunção, ao narrar como fulana se roera de inveja ao vê-la entrar na igreja de brial novo, ou que sicrana lhe cobiçava as rendas do enxoval. E, quando Dinis se dignava a acompanhá-la à missa ou a algum arraial, era quem a visse emproada, a agitar o abanico, pois aquela vaidade extrema causava-lhe calores, punha-lhe as faces em brasa.

 

publicado por Cristina Torrão às 11:57
tags:

Andanças Medievais
O meu outro blogue Andanças Medievais A minha página no Facebook Andanças Medievais
Informação
As minhas informações sobre Dom Dinis são baseadas na biografia escrita pelo Professor José Augusto de Sotto Mayor Pizarro (Temas e Debates 2008)
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
16

17
18
19
20
22
23

24
26
28
29

31


pesquisar
 
Viagem Medieval
O reinado de Dom Dinis é o tema da próxima Viagem Medieval em Terra de Santa Maria
mais sobre mim
Vamos salvar o túmulo do rei D. Dinis
Uma página do Facebook que alerta para a necessidade de se restaurar o túmulo de Dom Dinis no mosteiro de Odivelas.
História
Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.
«O passado dos homens não foi só a sua vida pública. Foi também o jogo ou a luta de cada dia e aquilo em que eles acreditaram», Prof. José Mattoso
Que a História também dos fracos reze!
Não há História verdadeira sem a versão dos vencidos.
blogs SAPO